alimentos permitidos e evitados para diabéticos

Quais são os alimentos permitidos e evitados para diabéticos?

Quais são os alimentos permitidos e evitados para diabéticos?

 

Tenho diabetes, e agora? Vou ter que parar de comer tudo o que eu gosto? Adeus, pão francês. Foi bom enquanto durou, chocolate. Até uma próxima, manga. Calma, não é bem assim! Neste post, vamos conversar sobre os alimentos permitidos e evitados para diabéticos, acabando, de uma vez por todas, com alguns dos maiores mitos dessa dieta.

Com certeza, você ouviu, em algum momento, que os diabéticos devem comer só alimentos integrais. É o fim do arroz branco. Só alguns tipos de fruta. É o fim da melancia. Só sobremesas dietéticas. É o fim da rabanada. Será que tudo isso é verdade?

Entendendo a diabetes

Para conseguir compreender melhor quais são os alimentos permitidos e evitados para diabéticos, precisamos ter em mente o que é a doença.

Ela acontece quando há a produção insuficiente ou a má absorção de insulina no corpo, o hormônio que regula a glicose no sangue. Se você nunca entendeu direito a relação entre glicose e insulina, vamos exemplificar usando um parque de diversão.

Nós, visitantes do parque, somos a glicose, que nada mais é que o produto final da quebra dos carboidratos. Você comeu aquele pão integral e seu sistema digestório o quebrou em pequenas partículas até chegar na glicose, a forma que nosso corpo absorve o nutriente.

A glicose, porém, precisa ir para as células e garantir a energia de todo o organismo. É como se quiséssemos ir no barco viking do parque, mas não conseguíssemos encontrar o brinquedo. Aparece, então, a insulina, ou o guia, que nos direciona até a célula ou o barco.

A insulina é uma transportadora da glicose. Sem ela, nós não conseguiríamos chegar ao nosso brinquedo favorito. Ou, na prática, a glicose não consegue entrar na célula. É aí que mora o problema: a pessoa começa a ficar com a quantidade de glicose no sangue elevada. Pronto, temos a diabetes.

Claro que o processo é mais complexo, mas, por enquanto, basta saber isso, para entender quais são os alimentos permitidos e evitados para diabéticos. A lógica seria: como tem glicose demais no sangue, é melhor cortar o carboidrato, certo? Só que não.

alimentos permitidos e evitados para diabéticos - carboidratos

Nossa principal fonte de energia

O carboidrato, muitas vezes, é visto como um vilão, quando, na verdade, merece o título de mocinho. Você está lendo esse post, nesse momento, porque seu corpo tem energia o suficiente para exercer tal atividade. E quem é nossa fonte principal de energia? Não é a proteína ou as gorduras, são os carboidratos.

Sem ele, nosso corpo busca fontes alternativas para se proteger, mas, como consequência, temos vários resultados indesejáveis. Quando o corpo usa proteína para produzir energia, por exemplo, perdemos massa magra. E quando usa os ácidos graxos, há a produção de corpos cetônicos, uma substância tóxica que pode levar a pessoa à cetose e acidose.

A grande questão na diabetes é observar a quantidade de carboidrato sendo ingerida ao longo do dia e a distribuição do nutriente. Comer meia melancia inteira de manhã é diferente de comer uma fatia no café da manhã e almoço.

Fato é que temos que tirar de nossas cabeças essa ideia de que carboidratos são ruins. O que é ruim, na realidade, é o excesso. Com equilíbrio, ele é essencial.

Foco na quantidade

Como citamos, hoje, sabe-se, que para o controle da glicemia o mais importante é a quantidade de carboidrato ingerida, não o tipo de carboidrato. Não existem, exatamente, alimentos permitidos e evitados para diabéticos.

E a história do índice glicêmico?

Bom, primeiro, vamos entender o que é o tal do índice glicêmico. Ele representa, nada mais, nada menos, do que a velocidade em que a glicose é liberada no organismo. Quando o alimento tem um alto índice glicêmico, o açúcar é liberado mais rápido, aumentando o risco de hiperglicemia. Quando o índice é baixo, essa liberação é mais lenta e controlada.

Não é errado preferir alimentos com baixo índice glicêmico, mas esse não é o foco. A melancia, por exemplo, aumenta a glicemia mais rápido se comparado a maçã. Agora, o que é melhor: comer cinco maçãs ou uma fatia pequena de melancia? 

Nada impede que o diabético coma alimentos com alto índice glicêmico. Nada é proibido, desde que com moderação. Em contrapartida, alguns alimentos, como o açúcar em si, elevam a glicemia rapidamente e não têm nenhum valor nutricional significativo, logo, é bem mais interessante consumir o carboidrato das frutas, verduras e legumes, não é? 

Doce e álcool: permitido ou proibido?

Depois do que falamos por aqui, sobre os alimentos permitidos e evitados para diabéticos, dá para ter uma ideia de que, não, doces e bebidas alcoólicas não são proibidos.

Uma fatia pequena de pudim é diferente de três fatias depois de uma macarronada. No caso do álcool, lembre-se que o consumo moderado é a regra de ouro. Para quem usa insulina, também é importante monitorar a glicemia e ingerir algum carboidrato junto para não haver hipoglicemia. 

alimentos permitidos e evitados para diabéticos

Diabetes diferentes, orientações diferentes

Daí a importância do nutricionista. O que estamos falando por aqui são conselhos gerais, os quais, inclusive, estão disponíveis no site do Ministério da Saúde. Mas as prioridades na hora de fazer escolhas alimentares variam de acordo com o tipo de diabetes, estado nutricional do paciente, rotina, gostos pessoais, etc. 

Quem tem diabetes tipo 1 e usa insulina ultrarrápida, tem uma flexibilidade maior se comparado a quem está em tratamento de fixo de insulina, que deve manter metas de carboidrato por refeições. Já quem tem diabetes tipo 2 e precisa perder peso, tem que ficar de olho, além do consumo de carboidrato, no valor calórico total das refeições

Alimentos diet, pode ou não pode?

Depende. Do produto e da finalidade. Ser diet significa apenas que houve a retirada um nutriente, como é o caso de açúcar. Mas, por outro lado, a maioria das empresas aumenta a quantidade de gordura e sódio, para compensar no sabor. 

O alimento diet só é bom para o controle da glicemia se consumido em quantidades moderadas. Antes de comprar, leia com cuidado o rótulo para saber se vale a pena.

Ficou um pouco mais claro quais são os alimentos permitidos e evitados para diabéticos? Não é nenhum bicho de sete cabeças, não é mesmo? O ideal é procurar um nutricionista para te ajudar a fazer escolhas mais conscientes e adaptar à dieta ao tratamento. É possível, sim, comer arroz, frutas e doces sendo diabético. Basta ter as orientações certas.

Curtiu este post? Gostou de desmistificar algumas ideias sobre alimentos permitidos e evitados para diabéticos? Que tal marcar uma consulta e montar o plano alimentar ideal para você?

1 comentário em “Quais são os alimentos permitidos e evitados para diabéticos?”

  1. Pingback: Alimentos que pioram a acne - Nutricionista Cristiane

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir bate-papo
Olá 👋
Sou a Cristiane!
Podemos ajudá-lo?